Athletico em guerra interna: Presidente cutuca Cuca por traição e treinador rebate em nota oficial

O técnico Cuca não faz mais parte do Athletico-PR. O clube anunciou oficialmente sua saída após três empates consecutivos no Campeonato Brasileiro. Cuca pediu demissão após o empate contra o Corinthians na Ligga Arena, em Curitiba. A equipe principal do Athletico Paranaense será comandada interinamente pelo auxiliar técnico Juca Antonello. A decisão de Cuca veio após ameaças nas redes sociais, segundo o treinador.

O Furacão atendeu ao pedido do profissional, encerrando sua passagem pelo clube. O Campeonato Brasileiro já viu sete técnicos demitidos em 11 rodadas, incluindo Cuca e Fernando Diniz. O presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, expressou sua decepção e criticou o técnico Cuca após a saída deste do clube.

Petraglia acusou Cuca de usá-los e depois traí-los, mencionando um comportamento descontrolado nos vestiários após o jogo. Ele também relembrou que o clube havia aberto portas para Cuca após sua passagem turbulenta pelo Corinthians, mas a situação atual foi a maior decepção que já enfrentaram.

Em uma entrevista exclusiva ao Portal GE, o técnico Cuca explicou sua saída do comando do Athletico Paranaense. O treinador expressou tristeza com a decisão, mas destacou que algumas derrotas recentes foram inaceitáveis, especialmente contra Danúbio e Ameliano. Ele também mencionou que os jogadores se sentiram culpados nos últimos empates, o que afetou a confiança da equipe.

Cuca assumiu a responsabilidade pela situação e acredita que é hora de dar espaço para uma nova abordagem. Ele encerra sua passagem pelo clube com 23 jogos e um aproveitamento de 66% dos pontos disputados. Além disso, Cuca agradeceu ao Athletico por abrir as portas para ele em um momento delicado de sua vida.

Apesar de ter conquistado o Campeonato Paranaense, Cuca sente que poderia ter feito mais e vê a saída como uma oportunidade para o clube buscar novos horizontes. O técnico não confirmou acertos com outro clube e reforçou seu carinho pelo Athletico, que desejou sucesso em seus próximos desafios.

“É um dia triste para mim, pois estou deixando o Athletico. Tiveram derrotas que foram difíceis de administrar contra o Danúbio e Ameliano, que são inadmissíveis. E, nesses três últimos empates, foi se achando culpados. Quando isso acontece, o jogador perde a confiança. Aí entra o treinador, que tem que assumir a responsabilidade e tentar dar ao clube o direito de pôr um sangue novo e que jogue para cima o astral. Foi nesse intuito que conversei com a diretoria, que entendeu”, – disse ao Portal GE

“Eu consegui junto com o pessoal ser campeão pelo clube que amo, mas fica a sensação que poderia ser melhor, não tá ruim, mas poderia ser melhor principalmente nesses últimos três jogos. Não tem como explicar esses gols no fim, e você pensa que é o momento de abrir oportunidade para vir um outro. Quero agradecer o Athletico que abriu as portas para mim no momento mais delicado da minha vida”, emendou, Cuca.

Sobre rumores envolvendo negócios com o Cruzeiro

Cuca enfatizou a importância da responsabilidade nas palavras e criticou matérias irresponsáveis que podem prejudicar a reputação de pessoas envolvidas. Cuca ressaltou que o Cruzeiro já possui um treinador e que é essencial respeitar tanto os profissionais quanto a ele próprio.

Sobre seu futuro, Cuca afirmou que não está indo para outro clube imediatamente. Em vez disso, ele vê sua saída como uma oportunidade para abrir espaço a um novo profissional que possa impulsionar o Athletico. O técnico está confiante de que essa mudança trará resultados positivos e espera por seu próximo desafio com maturidade e otimismo.

“As pessoas têm que tomar cuidado com o que fala, pois uma matéria irresponsável como essa põe em xeque muita coisa. O Cruzeiro tem um treinador e pessoa trabalhando lá. Temos que ter respeito a essas pessoas e comigo também. Eu não estou saindo para ir a clube nenhum, mas sim para dar oportunidade a um outro profissional vir e dar uma alavancada no Athletico. E isso vocês vão poder ver daqui para frente. Vou esperar o meu momento e tudo é amadurecimento na vida.” completou.

Presidente do Athletico detona Cuca por traição

O presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, expressou sua decepção e criticou o técnico Cuca após a saída do treinador do clube. Cuca pediu para deixar o comando da equipe após o empate contra o Corinthians na Ligga Arena. Petraglia afirmou que o treinador os usou e depois os traiu, destacando o comportamento descontrolado de Cuca nos vestiários. Além disso, o presidente mencionou que abriram portas para Cuca após sua passagem turbulenta pelo Corinthians, mas a atitude dele foi uma grande decepção. Segue o texto na íntegra:

 

“Nestes anos todos de futebol já vivi muitas decepções, existem decepções e decepções, esta do Cuca foi a maior delas. Botamos a cara a tapa para amenizar seu desgaste havido com a torcida do Corinthians, que lavou a roupa suja do seu passado não resolvido! Prometo que não seremos doravante mais usados e abusados pelo mau caráter de pessoas que pela nossa resiliência aceitamos ajudá-las! Foi o que ocorreu com o Cuca, o qual nos usou e depois nos traiu! Jamais esperava um comportamento descontrolado que teve nos vestiários após o empate com o Corinthians!

Não entrarei nos detalhes porque nossos jogadores por mais que não tivessem garantido os 3 pontos nas últimas partidas não mereciam ouvir o que ouviram! Já definido perante os atletas que não ficaria e para nossa Diretoria foi para a entrevista coletiva se justificar e transferir a responsabilidade para a terceiros! Falou em números da folha de pagamento do clube sem nenhuma melhor informação! Não sabemos de onde tirou esses números!

Lamentável que um homem que se diz torcedor do Furacão, com 61 anos, tendo treinado grandes clubes não tenha o controle suficiente para esfriar a cabeça e não ter o “piti” como se comportou ontem! Que siga seu caminho, que encontre outro clube que tenha a boa vontade que o Furacão teve e que a torcida o acolha como a nossa mesmo contrariada o fez!”

Petráglia, presidente do Athletico

Em nota oficial, Cuca rebateu:

PRONUNCIAMENTO

Vestiário é sagrado!

Em décadas de futebol, aprendi que uma das funções de um comandante é proteger seu grupo de jogadores. Quando a temperatura está quente, meu papel é baixá-la. Ontem precisei interferir nesse sentido. Jogadores arrasados que precisavam de acolhimento e não de mais cobranças e julgamentos. Quando entramos na roda de oração pós-jogo, com todos desolados, não era hora de se buscar culpados. Tentaram! Me senti obrigado a assumir toda a responsabilidade e colocar meu cargo à disposição, como forma de resguardar o grupo.

Fui convidado para um projeto grandioso no ano do centenário do Clube, e não gostaria de ter deixado o trabalho antes de concluído. O projeto sempre foi desenhado através de reuniões internas onde a comissão técnica pleiteou um grupo maior de jogadores, visto o tamanho da responsabilidade que tínhamos. Nenhuma demanda foi feita publicamente, apenas dentro do escopo dessas reuniões, onde sempre entendi as limitações orçamentárias do clube e por isso levei opções diversas.

Antes de assumir o Athletico eu recebi outras propostas de trabalho. Inclusive, meses antes, do próprio Clube. Eu serei sempre grato pela receptividade e apoio do torcedor. A relação até a oração de ontem era mutuamente equilibrada e respeitosa. Quando aceitei o convite, o fiz honrado e com um sonho de grandes conquistas. Conheci uma estrutura única mas contava com uma construção de grupo com ainda mais alternativas.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder comandar meu time do coração. Estou muito triste, mas não poderia ter tomado qualquer decisão diferente naquele momento. Obrigado, torcedor, pela paciência e voto de confiança. Obrigado aos jogadores que me acolheram sempre muito bem, e com quem sempre tive ótima relação. Agradeço aos funcionários do clube por tanta gentileza comigo em com minha comissão. Desejo sorte e vitórias ao furacão! Como dizem os sábios: o tempo é o senhor da razão!

Cuca 25/06/2024

Cuca, após saída do Athletico

Siga o É GOOL nas redes sociais: TwitterInstagram, e Facebook.

Para melhorar sua experiência na internet, o site usa cokies a fim de lhe enviar anúncios relevantes, você aceita este acordo? Aceito Leia mais